terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Vida minha

Vida que me trouxe

Que me leva
E me faz bem
Vida que consome
Que me ama
E não me tem.



Ela que não me segura
Se desfaz em um segundo
Vira o mundo
E já mudou
Com o vento que passou.



Aquela que não há
Nunca existiu ou voltará
Ela, tão inconstante
Minha vida, um instante
Passageira. Melhor amante.

Um comentário:

  1. vida...quase um concerto a céu aberto... linda poesia ;>

    ResponderExcluir